Terça-feira, Março 25, 2008

 

[P#109]ANOS ACADÊMICOS (Parte Final)

|


Mili e eu na apresentação do Minatory no programa Supershow em 2004

Seguindo cronologicamente o que eu vinha dizendo no post anterior, o que me fez largar de vez a faculdade foi ter ido na Biblioteca Pública em 2004, e visto que na F.E.P você podia cursar inglês em 2 meses, vendo as aulas todos os dias por 2 horas pagando uma matrícula de apenas 10 reais. Isso ocorreu no meio do ano, sendo que essa foto que ilustra o post deve ser de Abril daquele ano.

Eu havia alguns dias, estava procurando emprego simultaneamente ao fato de cursar a faculdade à tarde, ia todos os dias menos Sexta-Feira que era um dia muito fraco.Mas a partir de 2005, mais ou menos, meu pai tomou birra com isso achando que eu não estava levando a sério a procura por emprego e me fez acordar todos os dias às 07:00h da manhã (o que pra mim é realmente um sacríficio, odeio acordar cedo) e essa rotina se seguiria até meados de 2007 quando entrei na Blockbuster - mais tarde explico o porquê.

A começar, meu pai exigiu que eu raspasse o cabelo com máquina 3 ou inferior porque achava que minha cabeleira (às vezes eu descuidava dela um pouco) é que estava fazendo com que eu não fosse admitido em nenhuma empresa. Eu então comuniquei a minha avó a minha vontade de me inscrever no curso de inglês da Federação Espírita do Paraná, onde mais além faria amizade com Monique Trinco, de quem falarei nos próximos posts de forma menos superficial.

Nesse ano, eu fui em 2 shows da Pitty.
O primeiro foi no Moinho São Roque, onde ela abriu o show para o D2, muito embora, na verdade, eu não veja dessa forma porque o show dela foi inteiro, não foi compacto. Durou uma hora e pouco. Eu havia comido pizza antes de sair pro show dela, agitei demais e começei a passar mal, tive que ver parte do show muito longe do palco (antes eu estava na primeira fileira) mas foi uma experiência única porque fazia 4 anos que eu não ia num show grande, a última vez havia sido no Jockey Club em 2000 naquele show com o Barão Vermelho e o Capital Inicial (e uma banda de Curitiba abrindo).

E assim quando eu decidi cursar inglês na F.E.P comuniquei a minha família a vontade de me desligar da UFPR, só que ficou faltando dar o passo definitivo que seria ir até a faculdade e trancar o curso. Então larguei, não ia aguentar o Seu Pedro me perguntando porque eu tava trancando fora que ele iria espalhar a notícia pra meus outros colegas de curso. E não queria mais ouvir perguntas que ouvia outras pessoas fazendo a outros colegas que haviam largado/trancado o curso: "Quando você vai voltar?", até porque eu planejava não retornar nunca mais ao curso.E não retornei.

Vale lembrar também que esse foi o ano que surgiu o famoso fórum global virtual, denominado orkut, onde através de comunidades, você conhece ou reencontra amigos que há muito tempo não via, cria fakes, comunidades de pedofilia, de racismo, de futilidade, de fofoca, bisbilhota a vida dos outros, manda xingamentos através de recados com perfis ocultos que tu venha a criar. De 2004 pra cá o Orkut vem implementando mudanças pra combater tudo isso, no entanto, nunca, mas nunca que eu vou achar que ele é uma ferramenta perfeita que liga as pessoas através da internet. O orkut tem muitos, mas muitos defeitos. E ferrou uma amizade muito importante que eu tinha com uma amiga minha, e disso, eu nunca esquecerei.

No entanto não nego que tive alguns trunfos, pois naquele mesmo ano, após criar o meu perfil - sim eu havia recebido um convite de um amigo que postava com certa frequência na Pitty List, e que eu havia adicionado no msn, eu, criei um fake feminino chamado Dommethilla Ferraz, a foto da menina eu editei do Photoshop e criei a maior comunidade que eu vim a moderar até hoje, em 2006 ela chegou ao pico de 34.300 membros mais ou menos. Era uma comunidade erótica chamada MULHERES PROCURAM SEXO. Acho que pelo fato de ser uma novidade no orkut, a comunidade foi ganhando fama muito depressa e a cada dia eram 50 membros a mais na comunidade, até ela atingir o alto indíce de usuários que atingiu. Depois disso, quando o Orkut liberou a opção de você poder escolher as comunidades relacionadas, eu adicionava as comunidades que eu criava com meu perfil original mas que não tinham muito membros, ou seja usava a comunidade de putaria pra lotar as minhas outras que tinham poucos membros. Até que em 2006 o Orkut deletou essa comunidade.Depois explico, quando estiver falando sobre o PÉSSIMO ano de 2006 o que aconteceu.

Usava minha fake feminina pra instigar a fantasia dos otários que acreditavam que era mesmo uma mulher postando, até porque àquela época ser fake no orkut era novidade.
Recebia milhares de scraps com cantadas idiotas ao extremo. Eu mesmo, com perfil normal demorei pra receber scrap, acho que só foi acontecer no terceiro mês de uso do orkut, e minhas fakes femininas (depois eu criei outras) bombavam scraps da macharada postando grosserias e coisas que só homem diz. É meio engraçado isso porque, daí tu começa em parte a entender o ponto de vista feminino da coisa e por que certas mulheres dão fora mesmo ou são grossas com certos caras. Do outro lado por eu mesmo ser um cara, tenho a clara tendência de defender e ficar do lado dos meus colegas de gênero, óbvio.

Criei o Papai Moscou, o mais clássico dos meus fakes, que depois usava com a Alline Mel, pra atacar a comunidade "Odeio Ludov" criando tópicos bestões só pra irritar quem participava da comunidade. Depois criei o Vovô Xangai e duas comunidades interessantes: "Quero dar pro Vovô Xangai" e "Discípulos do Vovô Xangai", ambas foram deletadas pelo orkut.

Naquele ano ainda viria a conhecer 3 pessoas (ou 4) interessantes, acho que foram 4 pessoas mesmo: a Lilla, o André, criador do site e do fórum de troca de e-mails entitulado "Mulheres no Rock".

Continuo no próximo post.

 

[P#108] ANOS ACADÊMICOS (Parte 29)

|

A Mili e eu no VITROLA BAR, dia 28 de Fevereiro de 2004

Enfim, dando continuidade depois de muito tempo sem postar, continuarei a falar da mudança de rumo que minha vida (graças a Deus) tomou esse ano. O Júlio já havia largado a faculdade, o Golemba tb, o Rodrigo havia trancado e eu continuava ali inerte, já não aguentando mais algumas aulas, alguns professores, colegas enchendo o saco e aquela vida universitária.

Quando estava prestes a pular fora, mas ainda não sabia, já que 2x eu havia tentando trancar a faculdade e os trâmites burocráticos me impediram de fazê-lo, gazeei uma aula de história pra ir numa entrevista de emprego nas Lojas 100, primeiro, me submeteram a um teste, e um mês depois me chamaram pra uma extensa entrevista. Cheguei no local era umas cinco da tarde e demorei demais a ser entrevistado porque havia já alguns candidatos na minha frente.

Saí do local quando era aproximadamente 20:00h da noite.
Antes no entanto, de chegar ao local, fui cantado por uma moça que me chamou de "Meu Amor", mas, como tava atrasado pra entrevista não pude dar atenção. A menina era bonita. Então, foi uma pena.

Parece que meu destino é morrer indo na zona, mas tudo bem, já estou acostumado com isso porque não tenho forças suficientes pra mudar essa situação. A entrevista eu me dei muito mal porque o entrevistador me entrevistou seguindo um roteiro que estava numa cartilha, acho que respondi a bateria de umas 30 perguntas todas programadas. Fui mal, não consegui me soltar e o cara queria saber ainda se eu achava possível vender uma raquete de ping-pong a uma pessoa tetraplégica. Eu respondi que sim, achava possível, mas, me perdi quando ele perguntou: "E o que a pessoa assim ia fazer com uma raquete?"

Por pior que tivesse sido era sinal de que as coisas começariam a mudar e as mudanças já seriam efetivadas aquele ano mesmo.
Eu havia criado no final do ano anterior um grupo de troca de e-mails através do Yahoo, o GUITAR PALACE inspirado no grupo GUITARRISTAS FEMININA de propriedade da Aya Mae, mas cai na burrada, enquanto angariava novos membros, de chamar o Auro pra participar do grupo. Pra quê? Só me rendeu dor de cabeça a adição dele no grupo.

Começou a causar polêmica e a Mili começou a se interessar por ele e o convidou pra ir tomar um sorvete, e ele falou que achava coisa de criança. Tomou um esporro público e desnecessário. Nessa foto, estávamos no Vitrola Bar e ela me pediu que não contasse a ninguém que havia saído com ela. Provavelmente com vergonha que o Auro achasse que a gente tava tendo alguma coisa. Achei isso um absurdo mas não falei nada.

Fora o fato de que eu não tinha saído somente com ela, mas com ela e com a irmã de uma amiga dela, cujo nome não lembro. Vi um beijo lésbico no meio do bar e quase fiquei com "a moral elevada" de ver aquela cena. Fiquei meio assim que a Mili percebesse que eu havia me excitado, mas ela me deixou no meio do bar pra ir conversar com uns amigos, e não lembro como voltei pra casa, mas ela dificilmente dava caronas, por causa do álcool, inclusive teve uma vez que tive de pagar a gasolina dela pra que ela me fizesse o favor de me levar em casa. Grande amiga.

Enfim, e só aumentava a minha amizade com a Alline Mel, (apelido) desde que havia adicionado ela no msn, crescia a identificação minha com sua forma livre de ser e também, com o seu jeito 'cuca-fresca'. Mas tava difícil de convencê-la a participar do fórum GUITAR PALACE, e é aí que entra toda a treta envolvendo o Auro. A Alline não queria participar do grupo se eu não me engano porque àquela época a maior conta de e-mail que havia era a do Yahoo que oferecia 6 mb de espaço enquanto que os demais e-mails como hotmail e derivados só forneciam 2 mb. Enfim eu consegui trazer a Alline para o grupo GUITAR PALACE (que originalmente eu havia batizado como grupo 'guitarristascuritiba') depois de muito conversar com ela e ela enfim entrou no grupo.

Era uma pessoa que eu admirava e que havia sido difícil de conseguir por no grupo, já que eu queria o elenco completo com a Mili, a Aya e a Alline. Agora havia porém o Auro tb. Em dois toques ele conseguiu, graças a uma pirraça por e-mail, fazer ela ir embora do grupo e me deixar muito, mas muito frustrado.
Segue abaixo a cópia do histórico do grupo na época do ocorrido:


Aiow pessoas!!!
to invadindo a area!
meu nome eh Alline, tenho 20 anos e moro em Recife. sou vocalista de uma
banda indie chamada Solange Orange (nome feio mas o som eh baum!!).
tento tocar guitarra embora naum me considero uma guitarrista, mas acho q
sei alguma coisa sobre o instrumento! só q me saio melhor no violão e no
teclado! :oPpPp

Beijinz,
Line



Esse foi o e-mail que ela enviou ao grupo quando chegou.
Me entusiasmei porque ela já fazia parte da turma dos postadores ativos do GUITARRISTAS FEMININAS, moderado pela Aya e achei que seria interessante a interação dela no grupo, o que seguiu depois disso foi o seguinte:


Daeeeeeee Allllllllllllllllllllllllllllllineee !!!Estamoe todos extasiados de alegria com sua presença aqui !Agora o grupo está mais completo , e mais engraçado , heheheeh ,Po , que bom ver vc por aqui !Então o nome da sua banda , vc achja feio ?Já ouviu falar numa tal de BANDA MASTRUZ COM LEITE ?????Que horrível , heheheeh , pra completar só o BOI MAMÃO que a Militava comentando outro dia , deve ser pra comer junto da MASTRUZ COM LEITE , hahahaha !Então se vc quiser nos arquivos do grupo temos o Guitar Pro 4 , e o Encore que vc pode pegar eles full e free se sentir vontade embora o Guitar Pro 4 ESTANDO ZIPADO PRECISA DE UMA SENHA : "www.guitarhouse.com.br" , daí o serial number e o código ficam no documento READ-ME !Até maisBjãoRicardo (eeeeeeee!!!)

Essa tinha sido a forma que eu havia recepcionado ela no grupo, a Mili tb a recebeu bem:

Oi, Alline !!!

Seja bem vinda !!!! :-)
Beijos
Mili


O Auro respondeu, citando um famoso festival de rock que há anos vem sendo realizado no estado do Pernambuco:

From: "AURO MOURA" <auriovaldo@hotmail.com>X-Originating-IP: [200.138.106.85]Subject: RE: [guitarristascuritiba] eu por aki!X-Yahoo-Group-Post: member; u=171651573X-Yahoo-Profile: auro_moura

SEJA BEM VINDA,E ATÉ O ABRIL PRO ROCK!

Quando a Alline foi responder de forma espontânea, é que se deu todo o problema que originou a expulsão do Auro do grupo:

From: "Alline Mel" <all_mel@hotmail.com>X-Originating-IP: [200.164.244.121]Subject: RE: [guitarristascuritiba] eu por aki!X-Yahoo-Group-Post: member; u=39703124X-Yahoo-Profile: lineberekoi tio!

c vem pro Abril pro Rock???beijinz,Line

A resposta do Auro foi curta e grossa, como uma patada de elefante:

TAMO QUERENDO...ECOMO EU JÁ FALEI, TIO É O @#$%&*%$##@ !!!FALOU?BEIJO DO AURO

Porra é pra foder, da uma escrachada violenta na menina e depois diz: "Beijo do Auro", no mínimo uma atitude contraditória (hipócrita), não concordam? Em seguida, a Aya , Mili e eu viemos em defesa de nossa antiga amiga de postagens e de camaradagem, mas dali pra frente, mais um barraco tomaria forma e a Alline sairia do grupo por causa dessa história.

Ela respondeu da seguinte forma:

q estresse...isso pra mim eh falta de sexo!!

Óbvio que eu aproveitei a deixa pra dar tirar uma a mais com a cara do Auro, pois ele tava merecendo:

From: =?iso-8859-1?q?Lord=20Les=20Paul?= <senhorlespaul@yahoo.com.br>Subject: RE: [guitarristascuritiba] TIO É O @#$%&*%$##@ !!!X-Yahoo-Group-Post: member; u=174143621X-Yahoo-Profile: senhorlespaul--0-1126631312-1078788892=:39244Content-Type: text/plain; charset=iso-8859-1Content-Transfer-Encoding: 8bit

Bote fé ...mas tem banheiro pra que ? hauahuahauahauhauahauahau brincadeirinha
Ricardo

Mas o Auro não perdeu, também, a chance, de responder à altura:

BOM ,PRIMEIRO DE TUDO, NUM COMECE A TOCAR O HORROR POR AQUI NÃO,FALOU?DEPOIS, EU SÓ FIZ UMA BRINCADEIRA,IGUAL A UMA QIE FIZ QDO UMA OUTRA ASSOCIADA INVENTOU UM APELIDO PRA MIM, VC NÃO SABE POR QUE NUM TAVA AQUI...BOM,ENTÃO É ISSO AÍ, SE COMPORTE, SENÃO O TIO RICARDO VAI TE BOTAR DE CASTIGO...E RESPONDENDO MAIS UMA VEZ, SIM EU E A BANDA C.H.O.K.E, ESTAMOS PRETENDENDO, SE ROLAR UM ESQUEMA AÍ, TOCAR NO ABRIL PRO ROCK!FALOU?QUALQUER COISA ME ESCREVE...BJO DO AURO

E ainda usou meu nome como ferramenta pra escrachar a menina de novo, o que, de verdade, me fez pensar em expulsá-lo sem pensar duas vezes, no entanto, antes de tomar essa resolução, eu esperei um pouco pra ver que rumo essa história iria tomar:

como assim??desde qdo vc eh meu pai pra me da ordem?????soh pq eu te chamei de tio, no sentido mais amistoso possivel, vc veio comgrosseria. na boa, jah tenho problemas de mais na minha vida pra me ocupar.naum preciso ficar me estressando com um muleque infantil como vc.

Como mediador do grupo, perante essa situação eu necessitava tomar uma medida de emergência, e foi o que fiz:

Ai galera !!!

Tipo assim :
Esse e-mail acho que e´o mais pacificador que eu tou tentando mandar de todos os tempos : assim , demorei uma era pra conseguir trazer a Alline pro grupo e esse grupo é um grupo de poucas pessoas , eus ei que quando rola estas merdas em grupos sempre alguém acaba saindo , falo por experiência própria da Larissa , Shadow e outros igualmente pernósticos , mas aqui estamos entre amigos , não me interessa saber quem começou com essa lenha de xingar e tal , mas vamos tentar superar isso por favor , eu seiq ue a Mili e a Aya quando lerem essas mensagens vão ficar muito de horror com esse clima , eu sei que ninguém tinah a intenção de brigar , então vamos tentar esquecer esse episódio antes que alguem aqui se einta muito ofendido e saia , sei lá , agora que o grupo ta crescendo não queria ter pessoas magoadas aqui

Ricardo

A Mili também apoiou minha iniciativa pacifista mandando um e-mail ao grupo em seguida:

É isso aí vamos fazer a campanha pela paz, hehehehe. Auro, pega mais leve com as moças. Está certo que entre homens é super normal se chingarem, mas a mulherada não é acostumada com estas coisas. Pega mais leve....
Até mais
Mili


Não adiantou muito. A Alline tinha saído do grupo e eu nem sabia, então eu resolvi tomar medidas mais drásticas e dei um botinão (no sentido figurado da coisa) no Auro, expulsando-o do grupo pra sempre e resolvi dar um comunicado para quem mais quisesse se meter a besta com meus amigos, entender que lá, o buraco ia ser bem mais embaixo:

Dae galera da lista :

Devido a problemas ocorridos há dias atrás decedi tomar uma decisão importante ! Não querendo que associados aqui sejam ofendidos por palavras ofensivas ofendendo as outras pessoas , qualquer desavança que vanham a ter com um associado descutam em PVT o ultimo barraco rolado aqui no grupo ocasionou a expulsão* de uma pessoa muito querida do grupo e não gostaria mais que isso ocorresse ... sem mais novas o reto somos todos livres para expressar que idéia quiser .


Aquele abraço
Ricardo

PS: Eu escrevi expulsão no recado original, mas era no sentido de "ocasionou a saída".O não esclarecimento de tal fato daria a entender que eu, ou a Mili (que tb moderava o grupo essa época) a havia expulsado do grupo por causa desse episódio.

Para o Auro, pra me livrar das cobranças que me fez quando me viu na faculdade, eu simplesmente disse que a Mili o havia expulsado do grupo e que eu nada podia fazer. Assim ele saía do meu pé, mas mesmo assim, ele ficou desconfiado, e numa vez, perto de eu largar o curso na qual fui interpretar a peça musical de Pedro Malasartes ele me disse o seguinte, se referindo a mim na terceira pessoa:

'Eu sou amigo do Ricardo, mas ele não é meu amigo...'

Eu não disse nada. Havia captado a mensagem subliminar mas preferi fingir que não tinha ouvido. E numa outra ocasião, após o ocorrido de sua expulsão do grupo, ele não me deixou cagar na casa dele numa situação de apuro em que voltei a pé pra casa à noite, quase me borrando pela rua.

Quando perguntado pela Aya sobre o meu aniversário (é que esse barraco ocorreu em meados de Março), eu respondi e aproveitei para alertar o grupo que o Auro não fazia mais parte dos associados do GUITAR PALACE:

Oi
Meu aniversário foi dia 10
mas tive que tirar o Auro do grupo
por que ele andou falando umas grosserias para a Alline

Bjão
Ricardo
21 anos , heheh

Provavelmente, por causa desse episódio, não mais falei com o Auro, (depois da minha saída da faculdade) ele, ficou com a Kamile no mesmo ano, e não sei também se não foi por isso que ele deixou de falar comigo, pensando que talvez eu fosse ficar puto com ele ou algo assim, mas quando saí do curso eu já era afim de uma das meninas que eram calouras, a Charlene, que por sua vez, também já tinha namorado.

Eu sou como o Billy Negão daquela música do primeiro disco do Barão Vermelho:"só marco toca é com o coração". Minhas histórias amorosas são sempre falidas. Sério, não lembro de uma até hoje que tenha dado certo. Por isso mesmo acho que meu lugar é no puteiro.

Meu avô Leopoldino (por parte de mãe) estava em péssimas condições de saúde e havia sido internado (e depois retirado) em uma clínica de repouso para idosos, e veio a falecer, por coincidência, numa noite em que eu tinha ido à Sauna Imperial, um bar executivo daqui onde se tem entretenimento adulto com algumas garotas, em seguida fomos à XV e comemos num dos barzinhos de lá. Voltei pra casa, minha avó contou que meu avô havia morrido aquela tarde.

Eu fiquei pensando ainda:
"Po, enquanto meu avô falecia, eu gozava" - a vida é engraçada e tem mesmo dessas coisas.
Mas eu pensava também: "Porra, ano passado foi o esposo da minha mãe, esse ano foi meu avô, quem mais vai ser ano que vem?" - Pra minha sorte em 2005 não morreu ninguém (pelo menos ninguém com quem eu me importasse ou conhecesse).

Teve também o aniversário da Mili que eu fui, e tava sem idéias de que presente dar a ela. Então, comprei um brinco que achei que ela talvez gostasse e digitei de próprio punho e aproveitando a ferramenta Print Screen, uma apostila no Word ensinando a ler partitura, que a Mili afirmava no GUITAR PALACE não saber ler.

Continuo no próximo post, que esse já ficou maior do que devia.





This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Assinar Postagens [Atom]